domingo, 14 de outubro de 2012

Poxa!!! Mais um feriado se foi...
Mas logo, logo tem outros prolongados para curtir um pouco mais...
Hoje eu estava pensando e me lembrei de uma receita antiga...que minha
avó fazia e minha mãe tb.
É um doce feito com bananas, o seu nome é bem curioso, Manézinho Araújo.
Um pouco de História:
Manoel Pereira de Araújo, Pernambucano, compositor e cantor, muito conhecido como
"o Rei da Embolada".
Ele compôs a música "Dezessete e Setecentos" , gravada por Luiz Gonzaga. Ele foi o
criador desta sobremesa e sua esposa responsável pela sobremesa Espera marido, muito
conhecida e que agrada a todos os paladares.
Hoje, em homenagem muito carinhosa a Manézinho Araújo, como era conhecido, vou postar
essa deliciosa receita:
Mãos á obra!!!

Ingredientes:

1º camada:
12 bananas nanicas ( conhecidas em alumas regiões por bananas caturras)
150 gramas de açúcar refinado
150 ml. de água
canela em pau (opcional)

2º camada:
1 lata de leite condensado
1 lata de leite de vaca
4 gemas peneiradas

3º camada
4 claras
4 colheres (sopa) de açúcar refinado
canela em pó

Modo de Preparo: 1º camada - Faça uma calda caramelada com o açúcar e a água. (doure o açúcar, coloque a água e deixe dissolver.) . Corte as bananas em rodelas médias e coloque-as na calda e deixe-as pegar cor de caramelo, fervendo por alguns minutos.

Modo de Preparo: 2º camada: Misture o leite condensado, o leite de vaca e as 4 gemas peneiradas, leve ao fogo, mexendo sempre até obter um creme consistente. Reserve.

Modo de Preparo 3º camada: Bata as claras em neve bem firme, coloque o açúcar aos poucos e continue a bater, até que fique como suspiro. Deixe a canela para salpicar no final.

Montagem: Em um refratário, coloque a camada de bananas, depois o creme e por último , uma camada do suspiro. Salpique a canela em pó. Leve ao forno brando para o suspiro firmar e pegar um pouco de cor.
Depois de frio, leve á geladeira. Sirva sempre gelado, se desejar, fica bom com acompanhamento de sorvete.

Vocês vão amar esta sobremesa, é fácil de fazer e econômica.

Ederliciem-se!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário